domingo, 3 de julho de 2016

Crônica: Deusas das emoções

Sugestão de música: Rachel Platten - Fight Song





Quem quer ficar sozinha aí? Mas não digo sozinha hoje ou amanhã, digo sozinha para o resto da vida! Quem quer? Acho que ninguém né? Mas é o que ouço muitas mulheres dizendo. Muitas dizem que não querem mais saber de homens porque são uns trastes, porque são um incômodo, porque só traem, porque não querem sofrer mais, enfim, as justificativas e os "lindos adjetivos" aos homens vão longe. Mas será isso mesmo?

Quem nunca esteve (ou está) numa fase revoltada no setor amoroso? E a revolta acima pode ter dois motivos: ou recentemente sofreram com o término de uma história romântica ou porque estão se sentindo muuuito sozinhas. Fato!!

Claro que existem homens que não prestam (o mundo esta cheio) mas eu acredito que haja exceções sim. E falando em imperfeições: quem da mulherada aí é perfeita? Mas perfeita a tal ponto que pode falar de boca cheia dos homens? Não cito um defeito específico mas pessoal: ninguém é perfeito!! 

Já me vejo sendo apedrejada por mulheres que podem estar pensando que estou defendendo a traição de muitos homens, não é isso. Não gosto de traições, mas nesse caso eu penso: o que leva cada homem especificamente em trair? Digo especificamente porque os motivos podem variar e aqui também não falo da desculpa genérica que dão mas sim do verdadeiro motivo, aquele bem escondido no fundo da alma que só eles sabem. Traição não é diversão, um motivo verdadeiro e bem escondido na mente de cada um existe sim, e é esse motivo que devemos tentar descobrir, trabalhar. 

Mas hoje falo não dos possíveis traumas, motivos, desculpas, mentiras dos homens quando justificam a traição, ou quando justificam os sumiços sem explicações ou quando justificam qualquer outra atitude que nos faça sofrer, hoje falo em solidão.

Eu por exemplo, estou sozinha, sem ninguém, sem marido, sem noivo, sem namorado, sem rolo, sem ficante, tenho mais de 30 anos e estou sozinha. Mas sozinha não por querer, mas porque não encontrei alguém que me queira, que me respeite, que me ame do jeito que sou. E digo para quem quiser ouvir: EU NÃOOO QUERO VIVER SOZINHAAA!!! 

Sabe o que quero? Quero ter alguém que valorize minhas qualidades, que aceite meus defeitos e talvez até ria de alguns deles, quero alguém para o qual eu possa ficar sem máscaras, sem minha armadura que uso no dia a dia para enfrentar esse mundão doido. Quero alguém que comemore comigo minhas vitórias...não importa o tamanho que elas sejam, quero alguém que me abrace de noite vendo as estrelas (ou a chuva) e que não se importe em ver minhas lágrimas rolarem quando eu não estiver bem, quero alguém que me aceite assim...fraca, furiosa, cansada, cheia de energia, que me aceite assim...como Fernanda. 

Quero carinho, quero respeito, quero aconchego, quero sonhar junto e ir atrás dos sonhos por mais malucos que sejam. Quero sorrisos, quero momentos românticos, momentos engraçados, momentos de silêncio, momentos de diversão, momentos de sonhos, momentos de contemplação da natureza. Quero alguém que me entenda só de me olhar, quero sim...e não tenho vergonha de dizer isso para ninguém. 

Tem pessoas que dizem que temos que nos sentir bem primeiro conosco para depois se relacionar com alguém. Concordo, tanto é que eu mesma super me entendo, gosto da minha companhia, gosto dos meus passatempos, gosto de escrever para vocês, mas tem dias que estou enjoada da minha companhia, quero mais, quero alguém. 

Se terei um dia tudo isso...não sei. Se encontrarei alguém...não tenho ideia. Mas não quero solidão...solidão dói. Estar sozinha nesse mundão...não é legal. Sonhar é ótimo...mas com alguém ao lado é melhor ainda. 

Mulheres: abram o coração de vocês, quando o discurso do ficar sozinha não for sincero, esqueçam ele. Para que tantas palavras ruins? Para que remoer o passado? Para que nutrir as dores que passaram (ou deveriam ter passado)? Admitem que querem alguém sim, admitem, não há fraqueza nisso. Sejam verdadeiras, mostrem quem são, digam ao mundo: quero alguém sim!!! 

Sejamos verdadeiras, afinal somos nós mulheres as donas do poder do sentimento, do coração. Nós somos as Deusas do carinho, da emoção...se nós desistirmos de sentir...o que deixaremos para o resto dos seres vivos? Nós somos as representantes das emoções, nós nunca podemos desistir delas!! O mundo espera de nós as emoções, o mundo confia em nós, o mundo crê que nunca desistiremos de sentir... Perceberam a nossa responsabilidade? Sim, somos Deusas dos sentimentos e o mundo precisa de nós. Sejamos portanto verdadeiras no que sentimos...

Mulher por si só é sentimento puro, isso não é vergonha admitir...somos nósss que trazemos sentimentos a esse planetinha doido!!! Somos intensas sim e daí? 
Que jamais tenhamos vergonha desse nosso dom: de sentir...


2 comentários:

  1. Num mundo onde o verbo "ter" e a lógica são aplaudidos em detrimento do sentir e da intuição, a mulher acaba por ser injustamente desrespeitada. Mas não podemos desistir. Nossa missão é erguer o "sentir" e superar a lógica masculina. Ser é mais importante do que Ter. Sentir é mais importante do que Calcular. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei seu comentário, sempre muito bem estruturado.

      Excluir

** Obrigada pelo comentário. Seja sempre bem-vindo (a) !! **
Obs: Comentários anônimos serão deletados.