quarta-feira, 29 de junho de 2016

Crônica: Voe...viaje secretamente

Música sugerida: Little Texas - My love



Cabeças ao vento, tão concentradas antes e por um motivo bobo às vezes voam. Num dia focadas, determinadas, em outro... por causa de um simples sorriso que receberam, ou por causa de uma mensagem que chegou no celular, ou por causa de alguém que apareceu e encantou... cabeças vão ao vento, mente viaja... razão deixa de agir e tudo é ótimo, perigos não existem.

Mas sim, perigos existem e muitas vezes nos metemos nele, muitas vezes machucamos pessoas, muitas vezes nos envolvemos em situações sérias... Precisamos cuidar para que os pensamentos que nos levam até onde o vento se encontra não leve também nossa razão embora.

Quer voar? Fique em casa ou voe em local seguro, sim, até para voar precisamos estar em segurança...

Cabeças ao vento sim, quem nunca? Quem nunca se deixou levar por pensamentos que mesmo lutando muito para não tê-los perdeu a luta e se viu horas e horas voando. Às vezes é um voando com sorriso no rosto, às vezes é um voando triste, magoada. 

Voeee sim, precisamos voar, precisamos colocar para fora o que nosso inconsciente deseja mostrar. Deixa ele, deixa ele desabafar e não tenha medo de ouvi-lo. Deixe ele, ele também precisa ser ouvido, lido, entendido. 

Voe e não tenha vergonha de seus pensamentos, voe e não conte à ninguém por onde passou. Viaje secretamente, viva histórias que não aconteceram, sofra pelo o que não chegou (e talvez nem chegue), comemore o que desejaria que acontecesse. 


Mas não esqueça: não conte a ninguém, essa viagem é somente sua. 

0 comentários:

Postar um comentário

** Obrigada pelo comentário. Seja sempre bem-vindo (a) !! **
Obs: Comentários anônimos serão deletados.