quarta-feira, 11 de maio de 2016

Resenha: Na Companhia das Estrelas






Autor: Peter Heller
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 403

Sinopse:

"Em um mundo devastado pela doença, Hig conseguiu escapar à gripe que matou todo mundo que ele conhecia. Sua esposa e seus amigos estão mortos, e ele sobrevive no hangar de um pequeno aeroporto abandonado com seu cachorro, Jasper, e um único vizinho, que odeia a humanidade, ou o que restou dela.
Mas Hig não perde as esperanças. Enquanto sobrevoa a cidade em um avião dos anos 1950, ele sonha com a vida que poderia ter vivido não fosse pela fatalidade que dizimou todos que amava. Hig é um guerreiro sonhador. E tem uma imensa vontade de gente, apesar da desilusão que se abateu sobre ele. Por isso é capaz de arriscar todo seu futuro quando, um dia, o rádio de seu avião capta uma mensagem...
Voe com Hig e Jasper e se encante ao descobrir que um mundo melhor pode estar em cada um de nós."

Minha opinião:

Quando vi a capa desse livro me apaixonei por ele, quando li o título mais ainda mas quando comecei a ler...humm deixei de gostar um pouco.

A história é interessante: um mundo contaminado por uma doença e poucas pessoas que sobreviveram e essas pessoas se escondem em locais diversos procurando sobreviver do jeito que dá, já que não há mais industrias, comércio, nada.

Porém com o passar das páginas eu vi a história de Hig ficar sempre na mesma, ele sempre buscando meios de viver, lembrando de seu passado e pronto. Não acontece nenhuma reviravolta grande na história a não ser quase no final quando encontra duas pessoas (pai e filha).

Mais de 400 páginas para ficar amarrado a um tema, a situações que se repetem, se tornou cansativo.

Imagino que diversas pessoas gostaram do livro, infelizmente eu não fui uma delas.

Mas quem gostou conte ai sua opinião.



0 comentários:

Postar um comentário

** Obrigada pelo comentário. Seja sempre bem-vindo (a) !! **
Obs: Comentários anônimos serão deletados.