quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Livro: A Cabana

A Cabana




Médium/espírito: William P. Young
Editora: Arqueiro
Páginas: 232



Sinopse:

A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.



Este livro fazia tempos que estava na minha estante para ser lido mas eu estava receosa em ler, achava que não ia gostar.

Quando comecei a ler realmente não gostei, pensei inúmeras vezes em abandonar a leitura, mas abandonar um livro que nem grande é...que falta de persistência eu estava né? Por isso resolvi continuar a leitura até que mais ou menos na metade do livro eu me apaixonar pela história. 

O personagem Mack realmente carrega diversos traumas, medos, aflições, raiva por acontecimentos que machucaram ele que se duvide entre esses sentimentos nada nobres e a tentativa de acreditar em Deus. Mas quando ele foca nessas partes ruins de sua vida ele se pergunta onde estava Deus quando aconteceram. Obviamente, para quem lê a sinopse, vê que o que mais machuca esse personagem foi o que aconteceu com a filha mais nova, algo que envolve só suposições já que até então não encontraram o corpo dela. 

Mas do nada ele recebe um bilhete e desse bilhete sua curiosidade é despertada, mas estaria ele louco? Bom, é ai que a história fica boa já que o encontro sugerido no bilhete é justamente no local do possível assassinato de sua filha. Chegando lá coisas surpreendentes acontece com ele, nada é imposto ou forçado, tudo o que acontece é de forma natural dando ao personagem a chance de acreditar e aceitar... ou não.  

No início o personagem duvida, se revolta, fica confuso...mas aos poucos ele vai deixando se levar pelos acontecimentos e a partir daí surgem momentos emocionantes, momentos lindos. 

Eu que quase abandonei a leitura, termino o livro apaixonada pela história e decidida a manter o livro na estante (estou mantendo na estante somente os livros que, depois de lidos, me conquistaram de verdade e profundamente). 

Recomendo a leitura. Para as pessoas que como eu tiveram receio de ler, digo: deem uma chance a essa história e não desistam da leitura, valerá a pena. 

0 comentários:

Postar um comentário

** Obrigada pelo comentário. Seja sempre bem-vindo (a) !! **
Obs: Comentários anônimos serão deletados.